Dicas - GOLF 98 principais problemas no sistema de ar condicionado

Veja Matéria ESTA NA PÁGINA DO Jornal Reparação Automotiva:

 

AR CONDICIONADO: GOLF 98.

Principais problemas no sistema de AR CONDICIONADO do GOLF.

Vamos aqui citar os mais comuns:

☼Problema: Derretimento do fusível de 30A, no suporte em cima da bateria, que alimenta a centralina do AC, abaixo da bateria. Isso pode ser causado por mau contato entre os terminais e fusível ou consumo de corrente elevado dos eletroventiladores (neste caso um ou os dois eletroventiladores já podem estar com a durabilidade comprometida).

Conseqüência: Não liga compressor e eletroventiladores.

Sugestão: Pode ser feita ligação alternativa com fios 4 mm² e porta fusíveis MAXI, mas deve-se verificar e até considerar (avisar o cliente) a possibilidade de troca de um ou os dois eletroventiladores no futuro.

 

Detalhe: barramento de fusíveis acima da bateria.

 

☼Problema: Queima de uma das velocidades ou de um dos eletroventiladores. (Os eletroventiladores têm duas velocidades).

Conseqüência: Não liga um ou os dois eletroventiladores ao acionar o compressor. Falta de eficiência ou pressão no linha de alta muito elevada. Quando liga o ar condicionado o motor pode esquentar além do normal.

Sugestão: Verificar se os eletroventiladores estão danificados e substituí-los (problema muito comum nesta plataforma). Os dois eletros ligam imediatamente junto com o compressor. Os dois funcionam sempre juntos. Recomendamos não tentar reparar esta peça.

 

Detalhe: eletroventilador.

 

☼Problema: Rompimento do fio de alimentação da bobina do compressor (verde e preto) do terminal de 4 fios, acima do motor de arranque próximo a capa da embreagem.

Conseqüência: Não liga compressor.

Sugestão: Pode ser feita ligação com nova fiação por fora “jump” com fio 0,75mm² estanhado.

 

Detalhe: terminal acima do motor de arranque.

Obs.: Lembre-se, nos reparos elétricos, sempre soldar (brasagem) com estanho os terminais dos fios e fazer uma boa isolação, com tubo termo retrátil, alta fusão ou fita isolante.

 

 

☼Problema: entrada de umidade na centralina, oxidação dos contatos dos relés, queima de componentes eletrônicos internos, sistema sobrecarregado.

Conseqüência: o compressor ou os eletroventiladores não acionam.

Sugestão: Verificar e sanar o que causou o dano e trocar a centralina. Prestar atenção á referencia, pois existem vários modelos. No terminal desta centralina, no pino 8 chega o sinal positivo do comando e o pino 10 sai o sinal para o compressor.

 

Detalhe: Centralina fica abaixo da bateria com dois terminais de fios.

☼Problema: Válvula compensadora de fluxo do compressor SANDEN danificada (Golf até 2004).

Consequência: Não há eficiência. O sistema tem plena carga de fluido refrigerante, mas com o compressor ligado, na leitura dos manômetros a pressão da linha de baixa permanece elevada (problema muito comum).

Sugestão: Trocar a válvula compensadora de fluxo por peça nova. Não é necessário retirar o compressor (algumas oficinas soldam o orifício central desta válvula, mas isso deixa o compressor travado em fluxo máximo, o que pode causar congelamento do evaporador, funcionamento irregular e desgaste prematuro do compressor, não recomendado!). O correto é substituir a peça que já se encontra no mercado a preços acessíveis.

 

Detalhe: válvula compensadora de fluxo do compressor Sanden.

 

 

☼Problema: Vazamento no transdutor de pressão, vedações do compressor, ou válvulas de serviço.

Consequência: Falta de eficiência, Falta de fluido refrigerante, compressor não liga.

Sugestão: trocar os componentes com vazamentos.

 

Detalhe: transdutor de pressão e válvula de serviço de alta.

Detalhe: Compressor CVC DELPHI á partir de 2005.

À partir de 2005 o Golf veio equipado com compressores DELPHI CVC, com menor capacidade volumétrica que seu antecessor (SANDEN SD7V16 com 160cm³). Esses compressores CVC geralmente apresentam vazamentos no “lip Seal”.

 

 

☼Problema: Filtro antipólen saturado ou obstrução do bocal atrás do porta luvas, com papel ou saco plástico.

Conseqüência: Pouca vazão nos difusores, com a ventilação colatendo ar externo (reciclo desligado)

Sugestão: Trocar o filtro antipólen, ou retirar manualmente a obstrução do bocal. Ao recolocar a carenagem do filtro antipólen, deve-se observar se ela ficou bem encaixada, pois é comum ela ser montada com uma das abas fora de posição.

 

Detalhe: filtro antipólen saturado.

 

 

☼Problema: oxidação dos terminais ou quebra do corpo do sensor de temperatura externa

Consequência: Marcação de temperatura externa abaixo do normal, chegando até a marcar  -40ºC (negativo). Pode não acionar o ar condicionado.

Sugestão: Substituir o sensor de temperatura externa.

 

 

Detalhe: Sensor de temperatura externa.

 

☼Problema: entupimento do dreno ou vazamento no radiador de ar quente.

Conseqüência: Vazamento de água dentro do carro.

Sugestão: Se for entupimento do dreno, desobstruir a saída do dreno com ar comprimido pelo lado do cofre do motor. Caso seja radiador de ar quente vazando, pode-se orçar a retirada do painel para troca do elemento por peça nova ou isolar o radiador de ar quente.

 

Detalhes: Localização do dreno, atrás da proteção.  Radiador de ar quente.

 

Detalhes: Retirada do painel para acesso ao elemento de ar quente, na caixa de ventilação.

                                  

 

☼Problema: Saída de “espumas” pelos difusores de ventilação. Este problema é comum nessas caixas de ventilação Golf, A3, TT, Beattle e Bora, Skoda, etc.

 

Consequência: sujeira de espuma e com o passar do tempo os direcionadores de fluxo de ar e ar quente funcionam com problemas.

Sugestão: O painel deve ser retirado. A caixa de ventilação deve ser aberta e limpa. As portinholas devem ser revestidas de EVA ou Neoprene  2 a 3 mm (substituindo a espuma deteriorada).

 

 

Detalhes: Portinhola soltando as espumas deterioradas.

 

 

 

 

 

 

☼Problema: Corrosão ou trincas no evaporador.

Consequência: Vazamento de Fluido refrigerante pelo evaporador, o sistema perde o fluido refrigerante e deixa de funcionar corretamente.

Sugestão: painel deve ser retirado. A caixa de ventilação deve ser aberta e limpa. Trocar o evaporador por outro novo e original (fluxo paralelo). É um serviço oneroso e não incomum na plataforma GOLF. Verificar na ocasião o estado do radiador de ar quente e revestimento das portinholas (serviços citados acima, para aproveitar a troca também). Evite tentar soldar esta peça, pois em pouco tempo ela poderá apresentar vazamentos novamente.

 

Detalhes: Evaporador sujo e com vazamento e caixa evaporadora aberta

 

Estes e vários outros problemas comuns neste modelo, podem ocorrer simultaneamente.

 

OUTRAS DICAS

Rua 2500, n° 1236 (esq. c/ Marginal Leste) Bairro: Centro | CEP: 88330-396
Balneário Camboriú - Santa Catarina – Brasil
Fone: 47 3264-9677 - ishiar@gmail.com
Desenvolvido por Aqui Cursos - Soluções para Web